4 de junho de 2017

REFUTANDO TESTEMUNHAS DE JEOVÁ (2): Pasmem, Testemunhas de Jeová são Politeístas!!!



Embora as Testemunhas de Jeová afirmem adorar um único Deus, e se gabem disso, frequentemente acusando os trinitarianos de politeísmo, em uma confusão clara entre Trindade e Triteísmo, eles são na verdade Henoteístas, que é um tipo de Politeísmo. Para explicar melhor, deixarei claro alguns conceitos:
-          Monoteísmo: crença de que existe somente um Deus.
-          Politeísmo: crença na existência de vários deuses.
-          Henoteísmo: crença na existência de vários deuses, desde que só se adore um deles.
Notem que o Henoteísmo é um tipo de politeísmo, no entanto, a palavra politeísmo é mais empregada quando se acredita em vários deuses e também adoram vários deuses. Já no Henoteísmo, crê-se na existência de vários deuses, mas somente um pode ser adorado. Pronto, e é exatamente isso que as Testemunhas de Jeová crêem. Só lembrando que as Testemunhas de Jeová afirmam que o Monoteísmo é igual a Henoteísmo, mas isso não é verdade, e desafio qualquer Jeovista a me mostrar um dicionário ou livro de Filosofia ou qualquer outro material que não seja o deles, que tragam o conceito de que Monoteísmo é a crença em vários deuses.  
COMO FUNCIONA O RACIOCÍNIO JEOVISTA?
Na tradução do Novo Mundo, que é a bíblia das Testemunhas de Jeová, eles escrevem o seguinte no primeiro capítulo do Evangelho de João:
“No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e a Palavra era um deus.”
Flagrantemente esse artigo indefinido “um” nem sequer existe, mas isso é assunto para outro post, onde analisaremos esse texto a partir dos originais (prometo fazer isso no próximo post). Quero focar mesmo na palavra "Teos", ou Deus. Jesus, que é a Palavra ali mencionada, é chamado de Deus, igualmente ao Deus Pai, que seria o Deus relacionado na segunda frase “a Palavra estava com Deus”, é extremamente flagrante, que Jesus era Deus e estava com Deus, em uma declaração óbvia de que Jesus e o Pai são o mesmo Deus, no entanto distintos em pessoa. Mas os Jeovistas, para driblar esse texto, colocam Jesus como “deus”, com “d” minúsculo, dizendo que ele seria também deus, mas um deus menor, ou seja, eles abandonam o Monoteísmo, e adotam a existencia de outros deuses, para que assim Jesus não se faça igual ao Pai.
Pior que isso, eles admitem que os deuses pagãos de fato existem, e que até mesmo satanás é um deus (o fazendo igual a Jesus), e os anjos são deuses. Claro que isso afronta a Bíblia de forma inescrupulosa, pois a mesma afirma existir apenas UM DEUS! As Testemunhas de Jeová, afirmam que o monoteísmo bíblico, ou monoteísmo verdadeiro, é adorar um só Deus, mas aceitar a existencia de outros deuses, e isso só existe na cabeça deles, porque não existe em literatura alguma isso. O que a Bíblia diz:
Há um só corpo e um só Espírito, assim como a esperança para a qual vocês foram chamados é uma só; há um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai de todos, que é sobre todos, por meio de todos e em todos. Efésios 4:4-6
            Notem que o próprio versículo compara Deus com sua Igreja (um só corpo, um só Espírito), ou seja, se os Jeovistas afirmam que além de Deus, existe algum outro deus, então eles também terão que dizer que existem outros cristianismos menores, mas igualmente verdadeiros, e outros espíritos menores, mas igualmente verdadeiros, porque se Jesus é um deus, ele não é um deus falso, mesmo que seja um deus menor na visão deles.
Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem. 1 Tm 2.5
            Mais uma vez, Paulo coloca que assim como existe um só mediador, que é Cristo, também existe somente um Deus, se eu aceito a existência de outros deuses como existentes e verdadeiros, como eles acham que Jesus é um deus verdadeiro, então eu também devo aceitar que possam existir outros mediadores, já que a qualidade de um, está ligada a qualidade do outro. Aí eles teriam que aceitar o argumento católico de que os santos podem ser mediadores nossos, ou a mediação da Virgem Maria.
             E para encerrar esse:
Tudo isso foi mostrado a vocês para que soubessem que o Senhor é Deus; e que NÃO HÁ OUTRO ALÉM DELE” Deuteronômio 4.35
            O texto é claro! Não há outro além Dele, não existe outro Deus! Todos os outros deuses na bíblia são falsos, são criações humanas, por isso são chamados de ídolos. Existem pelo menos 43 versículos na bíblia que falam essa verdade, de que só existe um Deus somente.
            POR QUE O INTERESSE EM MANTER O HENOTEÍSMO?
            O fato de Jesus ser claramente chamado de Deus na Bíblia precisava de uma resposta. O texto de Dt 4.35 é claro que não há outro Deus além de Javé, logo, todos os outros deuses são falsos, inexistentes, estão apenas na cabeça das pessoas, por isso mesmo são chamados de ídolos. Mas não se pode dizer que Jesus é um deus falso, por consequência, necessariamente chega-se a conclusão de que Jesus e o Pai são o mesmo Deus (não são a mesma pessoa, são o mesmo Deus). No entanto, essa conclusão inequívoca é embaraçosa para sua doutrina, então eles “dão a mão para não perder o braço”, sacrificam o monoteísmo, e aceitam a existencia de vários deuses,  pois assim, Jesus seria somente mais um deus no panteão Jeovista. Essa ideia não é nova, quem tem um pouco de instrução em mitología grega, sabe que na grécia antiga, existía Zeus, que era o maioral dos deuses, e existía Hermes, o deus menor, que era o mensageiro de Zeus e seu representante na terra, além dos outros deuses existentes, notaram agora de onde veio essa idéia de deus menor e mensageiro? É PAGANISMO PURO!
            Diferentemente o conceito de Trindade é exclusivo da teologia cristã, pois todas as culturas que apresentam três deuses, são triteístas, não são trinitarianas, mostrar-lhe-ei as diferenças:
-          Triteísmo: três deuses distintos e dignos de adoração. É um politeísmo.
-          Trindade: também chamado de triunidade, porque embora existam três pessoas distintas, elas não são três deuses, pois isso seria triteísmo, elas são um único Deus. Ou seja, Pai, Filho e Espírito santo não são três deuses, os três são um único Deus.
Perceberam a diferença? Outra particularidade da doutrina cristã em relação a doutrina pagã, é que somente no cristianismo, o próprio Deus busca o homem, e Ele mesmo se sacrifica pelo homem, tomando forma de homem e morrendo em morte de cruz. Um Deus-Homem não existe em nenhuma tradição pagã, todas elas os deuses aparecem com características humanas, mas não como homens de verdade. Os deuses pagãos, são o oposto do homem em sua natureza, então um Deus que sente o que o Homem sente, e se sacrifica pelo Homem quando esse mesmo não merecia, é somente na tradição cristã, algo que as Testemunhas de Jeová negam, se apegando assim às culturas pagãs para refutar o cristianismo e apoiar suas doutrinas.
            EM QUE AS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ BASEIAM SEU HENOTEÍSMO?
            Por incrível que pareça, as Testemunhas de Jeová ainda tentam encontrar versículos bíblicos para apoiar seu henoteísmo. No site das Testemunhas de Jeová, está assim:
Versículos bíblicos que na língua grega têm uma estrutura similar à de João 1:1 usam a expressão “um deus”. Por exemplo, referindo-se ao rei Herodes Agripa I, as multidões gritaram: ‘É um deus que está falando’. E quando Paulo foi mordido por um cobra venenosa e não morreu, as pessoas disseram: “Ele é um deus!” (Atos 12:22; 28:3-6) Referir-se à Palavra como sendo, não Deus, mas “um deus”, está em harmonia com a gramática grega e com o ensino da Bíblia. — João 1:1.
            Eles usam o texto em que Herodes é chamado de deus, mas claro, que Herodes é um deus falso, aquelas pessoas estavam engañadas a respeito disso, elas eram pagãs, e no paganismo era normal que os governantes fossem tidos como deuses. Aí eu pergunto, e Jesus é um deus falso? É um deus igual Herodes? Herodes era um homem semelhante a Satanás, que quis se colocar no lugar do próprio Deus, então é assim que os Jeovistas vêem Jesus? Note o quanto é uma doutrina descabida. Mais na frente, eles usam o fato da população ter chamado Paulo de deus, mas ora, isso torna Paulo um deus de fato? As pessoas ali estavam enganadas com relação a Paulo, mas será que a bíblia se engana ao chamar Jesus de Deus? As próprias Testemunhas de Jeová, afirmam que a palavra “Deus” em Jo 1.1, significa que Jesus tem uma natureza divina, será que Paulo tem a mesma natureza divina de Jesus? Aí eles encerram dizendo que esses textos estão em harmonia com a gramática de João 1.1, e NÃO ESTÃO! Mas tem mais, no site continua:
Sem dúvida, há muitos deuses e, como vimos, os nomes de alguns deles são mencionados na Bíblia. No entanto, há muito tempo, pessoas que viram o poder de Jeová exclamaram: “Jeová é o verdadeiro Deus! Jeová é o verdadeiro Deus!” (1 Reis 18:39) Mas há um outro deus que também tem poder. A Bíblia diz: “O deus deste mundo cegou as mentes dos incrédulos.” — 2 Coríntios 4:4
            Esse trecho acima, não deixa dúvidas de que eles são politeístas, pois acreditam de fato na existência de outros deuses.
Notem que Jesus apenas está no panteão, e agora eles colocam Satanás no mesmo nível que Jesus, um deus menor. Mas a Bíblia diz que Satanás é o “deus desse mundo”, e para explicar isso precisamos clarificar algo:
Você pode ter dois tipos de deuses:
-          Deus verdadeiro: Só há um! Esse Ser existe tanto na mente como na realidade, assim, a Bíblia é clara que só existe um Deus verdadeiro, portanto, se Jesus é um deus verdadeiro, que existe tanto na mente como na realidade, então a única possibilidade é que Jesus e o Pai sejam um único Deus, a não ser que os Jeovistas digam que Jesus é um Deus falso.
-          Deuses falsos: são deuses que só existem na mente daqueles que os adoram, mas não na realidade, ou seja, o objeto pode existir na realidade, mas ele como deus não. Então quando uma pessoa constrói uma estátua e adora a ela, essa estátua existe na realidade, mas como deus só existe na mente da pessoa que a adora, assim, eu como observador externo, posso dizer que aquela estátua é um deus para aquela pessoa, porque a pessoa fez dela um deus, colocando-a acima de todas as outras coisas, inclusive acima do único Deus existente, e nisso consiste a idolatría. Assim, quando se diz que Satanás é o “deus desse século”, quer dizer que as pessoas más o consideram deus, mesmo que inconscientemente, mas não que ele seja um deus de verdade, ele é deus somente na mente daquelas pessoas que estão no sistema do qual ele governa, pois não há outro Deus além do Deus de Israel. Assim foi também quando Paulo fala que há muitos deuses e senhores, mas para nós, os cristãos, só existe um Deus! Ou seja, esses deuses não são deuses na realidade, apenas para quem os adora, para aqueles que acreditam neles, diferente do nosso Deus, que independentemente das pessoas o adorarem, continua sendo Deus de tudo e de todos.

ANJOS SÃO DEUSES?
Outro argumento que eles usam bastante, é o de dizer que os anjos são chamados deuses, mas não passa de um erro de interpretação de texto. Eles alegam que a palvra Elohim significa deus, e como os anjos são chamados de elohin, portanto eles seriam deuses. Mas isso é falso, e vou mostrar o porquê:
Segundo o dicionário hebraico de Strong, referencia 430, a palabra Elohin tem varios significados:
            Elohin: deuses, Deus, anjos e juízes.
            Então como a palavra “elohin” significa anjos e deuses, eles automáticamente dizem que anjos são deuses, entendem a lógica? Esse erro acontece porque em algunas versões da bíblia, a tradução da palavra elohin é deuses, e em outra tradução, aparece a palavra anjos, ou então, no Antigo Testamento a tradução é deuses, e no seu correspondente no Novo Testamento, tem a palavra anjos, aí eles chegam a conclusão de que anjos são deuses. Mas não é assim que funciona, pois mesmo que a palavra usada para deuses, seja a mesma usada para anjos, isso não implica que anjos são deuses. Tomemos como exemplo a palavra “pena”. Pena pode ter vários significados: pena de galinha, piedade, castigo, ou leveza, como o caso de lutadores “peso- pena”.

Agora o fato da palavra “Pena” significar pena de galinha e castigo, eu posso dizer que pena de galinha é o mesmo que castigo? Absolutamente não! Mas é exatamente isso que os Jeovistas fazem, eles deliberadamente confundem os significados das palavras para apoiar suas doutrinas e enganar os incautos que nunca tiveram acesso às línguas originais e que de boa fé acreditam em seus falsos ensinamentos. 


10 comentários:

Fernando Silva disse...

parabéns tourinho pelo seu artigo,continue nessa luta contra as doutrinas das testemunhas de jeová,emquanto eles refuta ou ofende pessoas você refuta doutrinas das testemunhas de jeová não pessoas.

Francisco Tourinho disse...

Amém meu irmão, muito obrigado!

Benedito Carlos disse...

Francisco o seu artigo parte de um pressuposto errado, onde se afirma que as TJ apesar de reconhecerem que outros na Bíblia são chamados de deuses, logo elas são politeístas.
Isso claro é um equivoco muito grande, ou mesmo uma Falsa Dicotomia (apresenta 2 conclusões apenas), pois o próprio artigo (site TJ) mencionado na sua postagem já deixa claro que para às TJs o Pai é Deus e o fato de outros serem chamados de deuses não os torna o próprio Deus da Bíblia.
Se o fato de reconhecer que outros são chamados de deuses torna alguém Politeísta, então Paulo acabaria caindo na sua regra em 1 Cor 8:5,6 e em 1 Cor 4:4, mas claro que ninguém vai impor a sua regra a Paulo (a regra de Chamar outros de deuses sem ser o próprio Deus da Bíblia).

Que bom que você deixou o link para o artigo TJ, assim pelo menos quem lê sem preconceito poderá analisar os dois lados.

Fernando Silva disse...

Boa noite meu irmão e a paz,irmão seria interessante você fazer um artigo sobre a tradução de joão 10:33 na tnm,muitos tj tem usado esse verso pra tentar provar que jesus é "um deus",esses dias assisti um vídeo chamado"porque jesus é um deus e não DEUS" do lógica onde ele levantou umas primícias pra defender o argumento dele e ele usou contra você também no debate entre você e ele.esses dias fiz o seguinte questionamento pra ele:lógica no vídeo você falou que o seu argumento só tem sentido se a tradução correta fosse "um deus" ai você criou uma regra que favorecia seu argumento,e disse que se jesus citasse uma passagem que falasse de deuses então a tradução correta seria "um deus" em joão 10:33 e se jesus citasse uma passagem onde falava de DEUS aí então a tradução correta seria "DEUS"em joão 10:33,mais você não mostrou a história completa,você mostrou apenas os versículos que te interessavam ou seja você começou a partir do versículo 31 em diante sendo que aquela historia se iniciou no versículo 22.sendo assim pra saber se a tradução de joão 10:33 é "um deus" ou "DEUS" você teria que mostrar o versículo onde fizeram aqueles judeus se revoltarem ao ponto de acusar jesus de blasfêmia e querer o apedrejar,e esse versículo é o versículo 30 onde jesus falou" eu e o pai somos um"não tem sentido jesus ter falado de seu pai e os judeus acusarem ele de se igualar a "um deus" sendo que quando jesus falava de seu pai os judeus entendiam como se estivesse falando de Jeová conforme mostra joão 8:54.uma coisa bastante relevante também é os judeus terem falado:sendo você homem te fazes "um deus" a palavra homem por si só já derruba seu argumento,eles sabiam que aqueles que foram chamados de deuses no v.t eram homem,então o que era impossível e blasfêmia para os judeus eram jesus sendo homem se igualar a DEUS não um deus,e por fim tourinho fiz a seguinte afirmação:você sabia que até a sua bíblia apoia a tradução DEUS de joão 10:33,de uma olhada em joão 10:33 para palavra blasfêmia e verifica qual foi a referência marginais que o tradutor colocou para palavra "blasfêmia" ele colocou levítico 24:16 onde fala de Jeová não de deuses,sendo assim os judeus consideraram blasfêmia por jesus se igualar a DEUS e não "um deus".meu amigo o que você acha que aconteceu,ele me baniu da página dele e ainda removeu meu comentário,e não me respondeu.um abraço e se possível faça um artigo refutando mais uma vez esse fraco argumento dele.

Francisco Tourinho disse...

Fernando Silva, os adms da página A Verdade é Lógica são desonestos, e foram durante todo os debate. Escrevi meu ponto de vista sobre o texto que vc mencionou:

http://questoesultimas.blogspot.com.br/2017/06/refutando-testemunhas-de-jeova-3.html

Obrigado pela participação.

Francisco Tourinho disse...

Benedito, eu não falei em hora alguma que os Jeovistas adoram vários deuses, então eu não parto de uma premissa falsa. Para ser politeísta, precisa-se apenas acreditar na existência de vários deuses, sem necessariamente adorá-los, por isso eu os chamo de Henoteístas, pois adoram somente a um deus. E quanto a Paulo, ele jamais endossou que aqueles eram deuses existentes tanto na mente como na realidade, ele sempre tratou os falsos deuses como ídolos, ou seja, criações humanas, que existem só na mente, mas não na realidade. Então os Jeovistas são sim politeístas, pois acreditam em vários deuses, embora só adorem a um, isso não faz diferença. Obrigado pela participação.

Benedito Carlos disse...

"...eu não falei em hora alguma que os Jeovistas adoram vários deuses..."

Francisco, leia direito meu comentário, pois em momento algum eu mencionei isso e menos ainda disse que você afirmou tal coisa sobre as TJs, acho que você confundiu.

Minha questão levantada foi em "ser chamado de deus ou não", onde você entende que "se as TJs reconhecem que outros são CHAMADOS de deuses" isso as tornas Politeístas. Eu discordei de tal colocação e apresentei os motivos, devido a esse motivo a premissa central do artigo é FALSA.

Francisco Tourinho disse...

Não Benedito, as Testemunhas de Jeová acreditam que de fato existam outros deuses, leia por favor o artigo que linkei o texto, e verá que eles acreditam que de fato os deuses falsos são verdadeiros. Jeovistas são henoteístas mano, acho que o irmao tem que procurar se informar melhor sobre essa crença em particular dos jeovistas.

Carlosarguscapopandragons disse...

Então vamos ver:O próprio Jesus deixou bem claro. Tinha um Deus,João 20:17,Col. 1:5, quase 70 anos depois em Apo. 1:1 e3:12...Jesus tem qualidades Divina,+ não é o "O Planalto"/El Shaday. ...Sds. ..

Francisco Tourinho disse...

Carlosargus, sua pergunta está devidamente respondida nesse post.

https://questoesultimas.blogspot.com.br/2017/08/jesus-primeiro-criado-ou-primeiro.html

Leia com atenção e se sua pergunta não foi respondida, procure-me novamente.