30 de maio de 2017

REFUTANDO TESTEMUNHAS DE JEOVÁ - A morte de Estevão: Se Deus é Triuno, por que Estevão não viu o Espírito Santo?

 A imagem pode conter: uma ou mais pessoas
Argumento muito usado pelos Jeovistas e unicistas em geral para negar a Trindade. Eles acreditam que o fato de que na visão de Estevão, na hora do seu martírio, ele ter visto somente o Pai e Jesus ao lado, é uma evidência de que o Espírito Santo na verdade não existe como pessoa, pois se existisse, lá Ele estaria. Esse argumento será devidamente refutado nesse artigo.

Encontramos dois motivos nas Escrituras para o ES não ter sido visto.

O Primeiro motivo as Escrituras já deixam bem claro o porquê do ES não ter sido visto, olha só o que é dito em João 14.17:

"17 O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós."

O verśiculo é claro, seres humanos não podem vê o ES, nós conhecemos o ES porque Ele habita em nos cristãos, mesmo assim os cristãos não podem vê-lo.

O segundo motivo é que não há na bíblia uma regra definida para Deus poder se apresentar. Mostrarei que Deus pode aparecer de diversas formas. O profeta Isaías viu Deus sozinho, entre os serafins:

"No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi também ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e a cauda do seu manto enchia o templo.
Serafins estavam por cima dele; cada um tinha seis asas; com duas cobriam os seus rostos, e com duas cobriam os seus pés, e com duas voavam.
E clamavam uns aos outros, dizendo: Santo, Santo, Santo é o Senhor dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória."
Isaías 6:1-3

Veja que Deus apareceu sozinho, quer dizer que Jesus não existia? Se o fato do Espírito Santo não aparecer na visão de Estevão indica inequivocamente que Ele não existe como pessoa, então o fato de Jesus não parecer na visão de Isaías, significa dizer que Jesus não existia nessa época também, mas isso é absurdo mesmo para a Testemunha de Jeová, que acredita que Jesus foi o primeiro a ser criado. 
Outra pergunta interessante é se os serafins e querubins estão ao redor de Deus, onde eles estavam na visão de Estevão? Deixaram de existir porque não apareceram na visão? Fica mais do que claro que o não aparecimento de um ser não implica na sua inexistência.

As visões são epifanias, elas são uma representação, não uma realidade exata de como são as coisas.
Outro exemplo é Gênesis 18, onde Deus aparece acompanhado de dois anjos, em uma cristofania (uma manifestação pré-encarnada de Cristo).
"Depois apareceu-lhe o Senhor nos carvalhais de Manre, estando ele assentado à porta da tenda, no calor do dia
E levantou os seus olhos, e olhou, e eis três homens em pé junto a ele. E vendo-os, correu da porta da tenda ao seu encontro e inclinou-se à terra,
E disse: Meu Senhor, se agora tenho achado graça aos teus olhos, rogo-te que não passes de teu servo."

Gênesis 18:1-3

Note que Deus mesmo se revelando na figura de um homem, claramente antecipando a encarnação de Cristo. Então não existe regra, você não pode pegar visões, que na verdade são representações, e não uma imagem do objeto real, para fazer uma afirmação como é feita pelas Testemunhas de Jeová.

Então, na bíblia, Deus aparece de diversas formas, apareceu entre os querubins e serafins ao profeta Isaías, aparece em forma de homem à Abraão e aparece em dois para Estevão, Deus se manifesta como quer, Ele também apareceu em forma de fogo em uma sarça, para Moisés, em forma de Anjo para Jacó, e em forma de Homem para a humanidade, ou seja, não existe regra para Deus se revelar.

Por Francisco Tourinho

2 comentários:

Will disse...

o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque Ele vive convosco e estará dentro de vós. João 14:17

Francisco Tourinho disse...

MUito bom, vou inclusive adicionar esse argumento ao artigo. Obrigado e Deus o abençoe.